HISTÓRIA

imagens acricam

HISTÓRICO E ATIVIDADES:

 O pecuarista Domingos Barbosa Godoi, em suas andanças e visitações aos eventos regionais, passou a cultivar a idéia de trazer para Camapuã as festas de Peão, no dia 06 de junho de 1979, quando completava 35 anos de idade, encontrou o Prefeito Joaquim Rosa no Bar do Nilson, onde ele encontrava os amigos no final do expediente.
 Domingos revelou a ele sua vontade e pediu o apoio da Prefeitura. O prefeito apenas perguntou se ele tinta certeza do que estava falando, porque não era fácil realizar um evento desses. Saiu do bar sem responder o pedido e deixou Domingos um pouco frustrado, achando que talvez devesse desistir.
 Mas no dia seguinte, resolveu passar novamente no bar. Lá estava o senhor Prefeito, que lhe fez a mesma pergunta do dia anterior:
- Domingos, você tem certeza que quer realizar essa festa?
Mais uma vez Domingos confirmou e mais uma vez o prefeito saiu sem nada dizer.
 Passou-se mais um dia e Domingos só aumentava a vontade de ver Camapuã com sua própria festa de peão de Boiadeiro, na qual a população teria um evento de lazer e os produtores um local  para realizar seus negócios. Persistente o senhor Domingos decidiu ir mais uma vez ao bar e dizer ao prefeito que faria a festa sozinho. Ao chegar ao bar, a surpresa o Prefeito Joaquim Rosa, homem sério e responsável, chamou-o e perguntou de novo se tinha certeza da sua idéia. Domingos, que já estava totalmente decidido. Não teve dúvidas ao responder. Aí então recebeu total apoio da prefeitura para realiza a segunda festa de peão de boiadeiro de Camapuã.
 No dia 11/06/1979, com o alvará embaixo do braço, foi convidar amigos produtores para realizar o evento. No dia 17/06/79 aconteceu a primeira reunião na casa do pecuárista Deusdônio Rodrigues Ferreira, embaixo de um caramanchão de maracujá, e ali com um grupo de produtores reunidos, nasceu a ACRICAM – Associação dos Criadores de Camapuã-MS. Com uma comissão provisória foram tomando as decisões, não só para realizar a festa, mas também para concretizar a existência da entidade. Deusdônio sugeriu a compra do terreno, onde até hoje está a ACRICAM. Com o preço do imóvel em mãos, Deusdônio e o Senhor Haroldo Rodrigues Ferreira, foram pedir apoio ao Senhor João Nina, grande pecuarista e empreendedor na época.
 João Nina doou o terreno, porém com a condição de que o parque recebesse o nome do seu primo e grande cidadão camapuanense Domingos Rodrigues Ferreira. Na época, eram inúmeros os desafios, começando com a descrença da população e a dificuldade de alugar uma tropa para o rodeio. Era preciso procurar tropeiros em outro Estado. A primeira festa da Acricam foi a segunda feira de boiadeiro de Camapuã.
 Um sucesso, que surpreendeu a todos com o seu valor arrecadado, com o dinheiro da festa construíram o salão de bailes e os mangueiros para expor o gado. A planta dos currais para a exposição o gado foi feita por Domingos Godoi. O engenheiro responsável pelas obras da Acricam era o senhor Dário Borges.
 Um fato marcante nessa historia é o empenho das mulheres, principalmente as esposas e familiares dos sócios e diretores. Elas sempre se dedicaram para que seus maridos realizassem o sonho de ver a Associação a cada ano mais estruturado para suas exposições agropecuárias.
Dentre elas, destacando-se as senhoras Oscalina Godoi, Izabel / Dona Belinha (in memorian), Ercília (in memorian) Nair (in memorian) Maria de Lourdes, Maria Rezende, entre outras.
A Cada ano o sucesso das festas era comentado, inclusive em outros Estados e o público crescia consideravelmente. Os grandes negócios passaram a ser constantes.
 Os concursos para rainha da Acricam movimentavam os leilões com as prendas arrecadadas e todos entravam no espírito da iniciativa, sabendo que ao arrecadar as prendas estavam ajudando no crescimento da entidade.
 Uma grande colaboradora na parte social da Acricam durante muito tempo foi à senhora Edith Ferreira Lima.
 Guerreiros, verdadeiros baluartes da região, passaram pela presidência da Acricam a exemplo dos senhores Domingos, Deusdônio, Manoel Corrêa, Arnóbio de Oliveira, Maurivan Rezende, Wilson Catarino, Rubens Catenacci, Roberto Suassuna e o atual presidente Ayram Quirino.
 É essencial destacar o senhor Arnaldo Ferreira de Assis (Boa Vida) que desde o início cuidou do departamento de alimentação dos animais durante as festas com carinho e dedicação.
 Hoje a Associação tem uma infraestutura moderna, constantemente aperfeiçoada.
A Associação dos Criadores de Camapuã-MS, fundada em 29 de julho de 1.979, inscrita no CNPJ sob nº 15.415.441/0001-21, à Rua Antonio Inácio Barbosa, s/n, vila Diamantina Parque de Exposição DOMINGOS RODRIGUES FERREIRA, nesta cidade de Camapuã-MS. È uma Entidade Civil, sem fins lucrativos, formada pelos proprietários rurais do nosso Município, do estado e do país, com objetivos de defender, orientar, coligar e instruir as classes que representa.
Somente os sócios contribuintes paga uma mensalidade anual no valor de 3 (três) arrobas de boi por ano, aquele que permanecer continuamente associados por 25 ( vinte e Cinco) anos ininterruptos, ficarão também isentos de quaisquer contribuições, continuando no gozo de todos os seus direitos estatutários.
A arrecadação recebida é para a manutenção de todas as benfeitorias, da entidade.
O calendário de atividades oficial é marcada pela Exposição que acontece todos os meses de maio e a Feira do Agronegócio que ocorrem em outubro.
Para 2009 já está agenda a 31ª Expocam, que será de 9 a 17 de maio e a 2ª Feira do Agronegócio será de 30 de setembro a 4 de outubro.

voltar

ACRICAM - Associação dos Criadores de Camapuã - MS
Endereço: Rua Antonio Inácio Barbosa, s/n - Vila Diamantina
fone: (67) 3286-1105 fax (67) 3286-1750 E-mail: acricam@brturbo.com.br